Entrevistas

“A prevenção e o tratamento de obesidade infantil deveria ser um desígnio nacional”

22 Jul. 2019

A Ordem dos Nutricionistas congratula-se com os dados recentemente anunciados do COSI Portugal 2019, que revelam que a prevalência de excesso de peso em crianças entre os seis e os oito anos apresenta uma tendência decrescente. De 2008 até 2019 este valor baixou 8,3%, isto é de 37,9% para 29,6%. Relativamente à obesidade infantil registou-se um decréscimo de 3,3%, encontrando-se atualmente nos 12%. A bastonária da Ordem dos Nutricionistas, Dr.ª Alexandra Bento, alerta que, apesar do decréscimo verificado, a obesidade infantil continua a ser um grande problema em idade pediátrica. Leia a entrevista.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Newsletter

PUB